E-mail

canal_venda@hotmail.com

WhatsApp

310000-0000

Horizontes Imoveis
Internacional

‘Apreensiva’, diz brasileira que mora na Turquia sobre tentativa de golpe

Relva de Souza, de 30 anos, diz que situação era inesperada. Em seis anos no país, ela afirma nunca ter passado por nada parecido.

16/07/2016 09h33Atualizado há 3 anos
Por: Redação
1.609
NoticíarioNews
NoticíarioNews

“Estou me sentindo apreensiva. Estou muito assustada”, disse a brasileira Relva de Souza, de 30 anos, que mora na Turquia na noite desta sexta-feira (15). Segundo ela, a situação pela qual passa o país era inesperada.

Militares turcos disseram nesta sexta em comunicado que assumiram o poder no país. O presidente Tayyip Erdogan disse à CNN turca, por telefone, que se trata de uma tentativa de revolta de uma minoria dentro das forças militares, um ato encorajado por uma “estrutura paralela” e que terá a resposta necessária.

Relva, que morava em Belo Horizonte, mudou-se para Turquia há seis anos após conhecer o marido, que é turco. Mãe de um garoto de 5 anos, ela mora com a família em Mersin, uma cidade litorânea no sul do país. “É um cidade pequena, que não acontece nada de bom, mas também não acontece nada ruim“, afirma.

Após o comunicado do exército, entretanto, a cidade vive um clima diferente. Ela diz que teve notícia da situação por meio de redes sociais e depois pela imprensa.

Relva conta que, pouco antes das 20h (horário de Brasília), o presidente do país Tayyip Erdogan fez um pronunciamento na TV, convocando a população para ir para a rua lutar pela democracia. Depois disso, segundo ela, começou a ecoar por Mersin o chamado à oração, desta vez reforçando a convocação de Erdogan, e motoristas iniciaram um buzinaço.

Na família de Relva, ninguém pretende ir às ruas. Em seis anos vivendo na Turquia, ela diz não ter vivido nada parecido. “Nem meu esposo, nem ninguém viu isso antes”, ressalta.
Ela afirma que alguns canais de TV saíram do ar e que está sem acesso a algumas redes sociais. Em relação aos próximos dias, ela não tem expectativas definidas. “Não tem nada a fazer além de esperar”, pontua.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários