Sábado, 26 de Novembro de 2022
310000-0000
Educação Educação

RiR promove ação para a destinação correta de plástico

Ação desenvolvida pelos organizadores do Rock in Rio estimulou a destinação correta de resíduos plásticos para reciclagem e deu direito a brindes a...

17/11/2022 12h50
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O RiR (Rock in Rio) 2022 movimentou um público de 700 mil pessoas e gerou R$ 1,7 bilhão para o Rio de Janeiro (RJ), segundo dados dos próprios organizadores. O festival de música demandou 1.255 artistas, que realizaram 300 shows e contribuíram para a geração de cerca de 28 mil empregos diretos.

Além disso, o evento contribuiu para a hotelaria da cidade, com a adição de 360 mil turistas de fora da capital fluminense - 60% do total, conforme noticiado pelo G1. Entre as manchetes geradas pelo evento, também ganhou destaque uma iniciativa que estimulou a reciclagem de plástico.

Ao longo de todo o festival, os participantes foram incentivados a entregar os plásticos em um dos quatro locais de coleta, onde era possível trocar o material por pontos, que davam direito a brindes. Segundo a organização, o objetivo era transformar 4,5 milhões de copos plásticos usados nos sete dias de festival em embalagens de produtos de beleza. Na natureza, o material pode levar até 100 anos para se decompor.

Entre os brindes, os visitantes trocaram os pontos por protetores de cabo de celular, porta-treco, batons, bolsas térmicas, mochilas, passaportes para a tirolesa, câmeras e, até mesmo, por novos ingressos para o festival. Cada copo ou garrafa deu direito a 2 pontos. Para o brinde mais simples, foram pedidos 5 copos, enquanto um novo ingresso para o evento não saiu por menos de 450 copos.

O material recolhido foi encaminhado pela Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) para cooperativas parceiras do RiR. Diversas marcas participaram do projeto, como Heineken, Braskem, Natura e Coca-Cola. 

Na avaliação de Markus Meusburger, Head de Operações Sudeste Brasil na BrasALPLA, a iniciativa dos organizadores do RiR em condicionar a destinação de copos de plástico usados para a reciclagem ao recebimento de brindes foi assertiva.

“Como a maioria das pessoas carece de conhecimento sobre o destino correto do plástico, bem como de sua interação com o meio ambiente, esse tipo de estímulo ajuda na conscientização da população em geral”, afirma.

Atividade promove conscientização ambiental

Para Meusburger, é preciso confrontar as pessoas com a reciclagem sempre que possível, e o festival de música, visto por milhões de pessoas, foi um ambiente adequado para este tipo de iniciativa.

“Parte expressiva dos participantes da ação do RiR irá divulgar e replicar este exemplo para seus familiares, amigos e colegas de trabalho - promovendo, assim, mais campanhas para reciclagem do plástico”, observa.

Meusburger acredita que a vinculação de práticas sustentáveis a recompensas é um bom caminho para a conscientização. “Infelizmente, parte da população ainda não se preocupa com o destino correto dos resíduos em geral. Assim, recompensar esta prática é uma ferramenta para fomentar a reciclagem”, diz ele. A título de exemplo, ele destaca que 95% das latas de alumínio são recicladas, o que mostra o quanto a recompensa pode funcionar.

“Cada copo que deixa de ser jogado fora sem a destinação correta conta. Precisamos começar pequeno. Cada pessoa que começa a se preocupar com o meio ambiente ajuda na conscientização dos outros”, articula.

Meusburger acredita que muitas pessoas ainda não conhecem as consequências que o descarte incorreto do lixo em geral provoca. “A jornada para conscientizar a população é longa, porém indispensável. Não existe outro caminho, precisamos ser resilientes, incansáveis e criativos em achar propostas para atrair mais e mais pessoas para o time da reciclagem do plástico”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://repense.eco.br/

Ele1 - Criar site de notícias