Domingo, 26 de Junho de 2022
310000-0000
Geral Minas Gerais

Terminal rodoferroviário inaugurado em Iturama, no Triângulo Mineiro, representa marco logístico no estado

Investimento em infraestrutura e logística contribui para o desenvolvimento econômico da região

10/06/2022 12h55
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
João Neto / Usina Coruripe
João Neto / Usina Coruripe

João Neto / Usina Coruripe (mais fotos:clique aqui)
João Neto / Usina Coruripe (mais fotos:clique aqui)

O terminal rodoferroviário Comendador Rubem Montenegro Wanderley, em Iturama, no Triângulo Mineiro, já é realidade. A unidade de transbordo instalada na usina Coruripe, uma das maiores do estado no setor sucroenergético, está interligada ao trecho da Ferrovia Norte-Sul sob concessão da Rumo, maior operadora de ferrovias do país.

O terminal tem capacidade para movimentar 2 milhões de toneladas de açúcar de exportação (VHP) por ano e representa um marco estratégico para a logística da região do Triângulo Mineiro e contou com investimentos de R$ 95 milhões por parte da Usina Coruripe.

O novo terminal atenderá, além do volume da Usina, outras empresas interessadas na logística ferroviária e inaugura a atividade comercial da Ferrovia Norte Sul, operada pela Rumo Logística, no estado de Minas Gerais.

O gerenciamento da infraestrutura será feito pela empresa sucroenergética, cabendo à Rumo o transporte ferroviário até o Porto de Santos.

Foram gerados 350 empregos diretos na região — sendo 300 pessoas contratadas para a construção e outras 50 para a efetiva operação do terminal, em vagas nas áreas de operação de tombador, armazenagem e expedição.

“Estive aqui, acompanhando o governador Romeu Zema, há dois anos, no lançamento da pedra fundamental. Acreditamos que este terminal seja um reflexo de uma ideia que o governador vem procurando, incansavelmente, implantar no Estado, que é a ideia de desburocratizar, facilitar o investimento e, acima de tudo, gerar empregos”, comemorou o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade , Fernando Marcato.

O terminal

O governador Romeu Zema participou, em outubro de 2020, do lançamento da pedra fundamental do Terminal Comendador Rubem Montenegro Wanderley.

O terminal iniciou a fase de testes em maio e a operação com a capacidade total será a partir deste mês. A unidade assegura competitividade nos fretes para todo o setor num raio entre 400 e 500 quilômetros. Com isso, vai atender todo o Triângulo Mineiro e as usinas do Sul de Goiás. A eficiência operacional é o principal diferencial da unidade, que conta com uma área total de 20 hectares.

A estrutura moderna e altamente produtiva inclui uma pera ferroviária para agilizar o processo de carregamento, dois tombadores, um armazém de 45 mil toneladas de capacidade estática e uma tulha de carregamento de 1.500 toneladas por hora, com potencial para carregar três trens por dia de forma ágil e eficiente.

Já na parte de recepção rodoviária, a capacidade prevista é de quase 300 caminhões por dia. Considerando cada caminhão carregado com 35 toneladas, o terminal poderá receber 10 mil toneladas por dia.

Estima-se a saída de 15 trens por mês, com 120 vagões cada, de Iturama em direção ao porto de Santos, durante o pico da safra entre junho e outubro.

Ele1 - Criar site de notícias