Domingo, 26 de Junho de 2022
310000-0000
Geral Minas Gerais

Governo de Minas lança dois novos editais para obras do Provias

Serão contemplados trechos rodoviários das regiões Central e Zona da Mata mineira

03/06/2022 18h20
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
DER-MG / Divulgação
DER-MG / Divulgação

O Governo de Minas, por meio do  Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) , publicou nesta sexta-feira (3/6) mais dois editais de licitações do Provias, maior pacote de obras rodoviárias da última década.

O primeiro edital (055/2022) prevê um conjunto de obras que contemplam a implantação e pavimentação do trecho entre o Serro (alça de contorno do bairro Machadinho) e o entroncamento da MG-010, com extensão 1,36 quilômetro. 

Ainda nesta região, os 7,8 quilômetros do Contorno Sul do Serro, nas rodovias MGC-259 e MG-010, passarão por melhorias com a recuperação funcional do pavimento.

O mesmo edital prevê, ainda, a recuperação do pavimento no trecho entre o Serro e o distrito Deputado Augusto Clementino, com extensão de 13,6 quilômetros, na rodovia MG-010. O valor para o conjunto das três obras está orçado em R$ 22.911.839,23.

Já o segundo edital (059/2022) vai definir a empresa que vai executar a recuperação funcional de 40,9 quilômetros da rodovia MG-108, trecho Mutum. O valor estimado para a execução dos serviços é de R$ 7.771 790,44.

Até que seja finalizado o processo de licitação, a unidade do DER-MG em Manhumirim tem feito operação tapa-buracos no trecho, para garantir a trafegabilidade na via.

A abertura das propostas está agendada para o dia 7/7, às 9h, (edital 055/2022) e para dia e 17/7, às 14h para o edital 059/2022, na sede do DER-MG, em Belo Horizonte.Provias

As 99 intervenções em rodovias contempladas pelo Provias estão espalhadas de Norte a Sul do estado e contam com R$ 2 bilhões em investimentos.

O objetivo é requalificar trechos da malha mineira com obras de pavimentação, construção de pontes e recuperação funcional das rodovias.

O programa ainda tem potencial de adicionar ao PIB mineiro o montante de R$ 1,3 bilhão e aumentar a arrecadação com impostos indiretos em cerca de R$ 225 milhões.

Os recursos são oriundos do Termo de Reparação assinado com a Vale em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre o  Governo de Minas  e a Fundação Renova, além de convênios e emendas parlamentares estaduais e federais, parcerias com empresas e convênios com prefeituras. 

Ele1 - Criar site de notícias