Domingo, 26 de Junho de 2022
310000-0000
Geral Minas Gerais

Governador visita em Muriaé escola estadual contemplada com recursos do Mãos à Obra

Foram investidos R$ 871 mil na reforma do telhado e troca do piso e do forro do prédio tombado pelo patrimônio cultural; unidade também recebeu 275...

26/05/2022 13h20
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Dirceu Aurélio / Imprensa MG
Dirceu Aurélio / Imprensa MG

O governador Romeu Zema esteve, nesta quinta-feira (26/5), na Escola Estadual Desembargador Canedo, em Muriaé, na Zona da Mata, onde viu de perto as reformas estruturais que deram uma nova cara à instituição de ensino. Foram investidos R$ 871,3 mil do programa Mãos à Obra na Escola para reformar o telhado, que apresentava vazamentos e infiltrações, troca de pisos e forros danificados, somados à instalação de um projeto de prevenção e combate a incêndio e pânico.

Dirceu Aurélio / Imprensa MG
Dirceu Aurélio / Imprensa MG

Os recursos também foram aplicados na aquisição de 275 novos conjuntos de carteiras, 24 computadores - que serão entregues até final de julho - e câmeras de segurança em cada sala, além de novos quadros. O prédio é tombado como patrimônio cultural pelo município.

“Pude ver de perto o uso do dinheiro para a reforma do prédio, troca do mobiliário e dos equipamentos de informática, e constatar que a escola realmente se transformou”, afirmou o governador Romeu Zema, após a visita à escola guiada pelo diretor da instituição.

“São mais de 1.300 escolas reformadas pelo Mãos à Obra, com melhores merendas, com verba de custeio e manutenção para que o diretor da escola não precise fazer uma vaquinha quando uma lâmpada queima ou uma torneira estraga, como ocorria no passado”, completou Zema.

Conquista

Para o diretor da escola, Wagner Rocha, a principal conquista com as obras foi a renovação das instalações elétricas do espaço. “Quando assumi a direção da escola, em 2019, um dos maiores problemas que tivemos foi durante a aplicação de uma avaliação externa, o Proeb (Avaliação da Rede Pública de Educação Básica), quando tivemos um pico de energia e os alunos tiveram que fazer a prova no escuro. Hoje a escola está com uma rede de internet novíssima, podemos dizer que estamos equiparados a uma escola particular”, comemora o diretor do Deca, como é carinhosamente chamada a escola a Desembargador Canedo.

A mudança preferida de João Pedro Marcos Procópio, que cursa o 8º ano, foi outra. “Melhorou muita coisa, o que eu mais gostei muito foi das carteiras novas, as antigas eram muito sujas”, disse o estudante, fã de Matemática e em seu terceiro ano no Deca.

Superando obstáculos

Datada de 1946, a Escola Estadual Desembargador Canedo funciona em um prédio tombado como patrimônio cultural pelo município, por isso as telhas precisaram ser retiradas e passar por uma limpeza, e não por troca. O local recebe 561 estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental - duas turmas são em tempo integral -, além de oferecer turmas de reforço para 69 alunos. À noite a unidade também recebe 93 estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Mãos à Obra nas Escolas

Dividido em seis etapas, com a última tendo sido iniciada em dezembro de 2021, o programa Mãos à Obra nas Escolas representa o maior investimento feito por uma gestão do Estado em infraestrutura das unidades de ensino de Minas Gerais, com mais de R$ 382 milhões empregados em 2.158 obras de 1.326 instituições, a partir de critérios técnicos, observando a urgência e o estado crítico das instalações. Entre as intervenções estão construção de muros, reforma de telhados, banheiros, cozinha, refeitórios, rede elétrica, reforço estrutural de salas de aula, substituição de portas e reforma geral de instalações.

Em Muriaé, foram destinados R$ 2,5 milhões para 16 obras em sete escolas. Os investimentos para a área de abrangência da Superintendência Regional de ensino de Muriaé pelo Mãos à Obras ultrapassam R$ 4,5 milhões.

Ele1 - Criar site de notícias