Terça, 27 de Julho de 2021
310000-0000
Geral Geral

Espetáculo teatral online discute realidade de territórios paulistanos

Apresentações vão até 31 de julho

16/06/2021 07h45
22
Por: Redação Fonte: EBC
© Arquivo/Agência Brasil/Antonio Milena
© Arquivo/Agência Brasil/Antonio Milena

“Se o seu corpo fosse um território, como ele seria?”. Discussões como essa permeiam a peça teatral Guerra, encenado por A Próxima Companhia e que terá transmissão online a partir de hoje (16). Centrada na disposição territorial paulistana, a peça pretende discutir as disputas de território, o apagamento cultural e outros temas presentes na realidade das grandes metrópoles.

O espetáculo Guerra, dirigido por Edgar Castro, é inspirado na tragédia grega Sete Contra Tebas, de Ésquilo, que conta a história da cidade de Tebas, que está prestes a ser atacada por uma guerra entre os irmãos Polinices [o filho mais velho de Édipo] e Etéocles. Polinices fora afastado do trono pelo irmão e, para reavê-lo, reúne um exército com mais seis generais para atacar as sete portas de Tebas.

Para uma visão mais contemporânea, a peça vai se basear em sete territórios emblemáticos de São Paulo: o Largo do Arouche, a Cracolândia, a região de Santa Ifigênia, a Favela do Moinho, a região da Luz, o bairro de Higienópolis e o Minhocão. Por meio dessas regiões, o espetáculo pretende ajudar a refletir sobre a relação da população com a cidade.

Guerra conta com a participação de pesquisadores do Instituto Pólis, organização da sociedade civil que trabalha com questões sociais urbanas. Esses pesquisadores vão interagir com o público. Ao longo da peça, questões serão propostas para trabalhar conceitos como o direito à cidade. Ao fim da apresentação, as respostas do público enviadas pelo chat serão lidas e comentadas pelos pesquisadores. O objetivo é provocar o público para que reflita como interagimos com as cidades em que habitamos.

As apresentações ocorrem entre os dias 16 de junho e 31 de julho, sempre às quartas, sextas e sábados, às 20h. O público pode assistir as apresentações gratuitamente pelo YouTube de A Próxima Companhia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias