E-mail

canal_venda@hotmail.com

WhatsApp

310000-0000

Horizontes Imoveis
Polícia

Polícia Civil prende casal suspeito de estelionato em Ribeirão das Neves

Veja todos os detalhes

05/12/2018 16h20Atualizado há 10 meses
Por: Redação
414
PCMG
PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante, no dia 26 de novembro, Flávio Souza Siqueira e Maria Carolina do Rocha do Amaral Lemos, ambos investigados por golpes de estelionato cometidos em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme apurado, os suspeitos se valiam de documentos falsos para realizarem cadastro em empresas de aluguel de equipamentos, ludibriando as vítimas e posteriormente não devolvendo os bens. Foram apreendidas, na residência dos suspeitos, várias impressoras utilizadas para a falsificação de documentos, documentos de identidade de terceiros, além de uma réplica de arma de fogo.

Conforme explicou o Delegado Eduardo Hilbert Martins, no dia 11 de novembro do ano passado, Maria Carolina, se passando por outro nome, entrou em contato com as vítimas, através do WhatsApp, combinando de alugar um conjunto de mesas e cadeiras e que, para não pagar o valor do frete, ela mesma iria buscar os materiais. No endereço da empresa, no bairro Cruzeiro, o investigado Flávio Souza compareceu para levar as mesas e cadeiras alugadas, acompanhado de um ajudante, prestador de serviços de carreto. O suspeito, valendo-se de documento de identidade falso, se passou por outra pessoa e, após realizar cadastro junto à empresa, recebeu o conjunto de mesas e cadeiras.

Após a data prevista para recebimento das mercadorias alugadas, as vítimas não tiveram mais contato com os falsos clientes, que pararam de atender às chamadas telefônicas. No dia 26 de novembro, uma equipe de investigadores da Polícia Civil se dirigiu à residência no bairro Lagoa, a fim de qualificar a comparsa de Flávio, bem como obter informações acerca do seu paradeiro. No local, os policiais foram recebidos por Maria Carolina, a qual inicialmente disse morar com os pais, tentando omitir a presença do investigado no imóvel. Contudo, durante entrevista com Maria Carolina, Flávio, que não havia notado que se tratava de policiais civis, se aproximou do portão e, ao ser solicitada sua identificação, tentou ludibriar a equipe, apresentando um documento de identidade falso. Os dois foram presos em flagrante e encaminhados ao Sistema Prisional. Flávio possui inúmeras passagens policiais pela prática do mesmo crime.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários