E-mail

canal_venda@hotmail.com

WhatsApp

310000-0000

Horizontes Imoveis
Polícia

Polícia Civil de Minas Gerais participa da operação nacional “Anjos da Lei”

Confira

15/11/2018 14h54Atualizado há 9 meses
Por: Redação
387
PCMG
PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em conjunto com as Polícias Civis de todos os estados da Federação, realizou, nessa terça-feira (13), de 6 às 21 horas, na capital e no interior, a operação “Anjos da Lei”. O objetivo da ação policial foi cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra o tráfico de drogas que ocorre nas proximidades ou dentro das escolas públicas e privadas de Minas Gerais.

Ao final da operação foram presas 29 pessoas e 25 menores infratores foram apreendidos. Além disto, foram apreendidas quatro armas de fogo, um simulacro de arma de fogo, 173 munições de diversos calibres, três veículos, 31 celulares, porções de drogas diversas e 48.912 mil reais em dinheiro. Também foram abordados e revistados 18 veículos, visitadas 12 escolas e cumpridos 96 mandados de busca e apreensão.

 A operação, que em Minas Gerais foi coordenada pela Superintendência de Investigação e Polícia Judiciária da PCMG, contou com a participação de 49 delegados e 341 investigadores de polícia. Segundo o Superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Delegado-Geral Carlos Capristrano, o trabalho investigativo e qualificado proporcionou identificar 200 alvos que trazem enorme prejuízo para a sociedade, já que aliciam menores e os envolvem com o tráfico ou consumo de drogas, levando-os para um caminho que, infelizmente, muitas vezes não tem volta. “Nosso objetivo é findar este tipo de crime e, principalmente no ambiente escolar, estamos atentos, trabalhando com inteligência investigativa para identificar e prender todos os envolvidos com este crime”, enfatizou.

 Já a Delegada Isabella Franca Oliveira, Chefe da Divisão Especializada em Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (DOPCAD) destacou que as escolas são locais com grande movimentação de pessoas, o que facilita a ação dos traficantes e, por isto, além das ações policiais, os pais devem ficar atentos ao comportamento dos seus filhos para identificar quaisquer mudanças. ”É muito importante esta operação policial para repreender este tipo de crime e prevenir as crianças e adolescentes. Também é fundamental que os pais ou responsáveis fiquem atentos, próximos e conversem muito com eles, já que estão passando por uma fase de curiosidade, o que os deixa mais vulneráveis”, alertou.

As investigações iniciaram há cerca de dois meses e terão continuidade para identificar e prender outros envolvidos. A pena para o crime de tráfico de drogas é de cinco a 15 anos de prisão e, sendo cometido nas imediações de escolas ou dentro dessas instituições, a pena é acrescida de um sexto a dois terços.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários