E-mail

canal_venda@hotmail.com

WhatsApp

310000-0000

Horizontes Imoveis
Polícia

Polícia Militar contribui significativamente para redução de índices criminais no Estado

Confira toda matéria

30/06/2018 11h50Atualizado há 1 ano
Por: Redação
333
PMMG
PMMG

O resultado do trabalho de aproximadamente 43 mil Policiais Militares nos cinco primeiros meses de 2018 representam uma diminuição expressiva da criminalidade em Minas Gerais. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), o número de vítimas de homicídio reduziu 21,1% em todo o Estado e 27,2% na capital, nestes primeiros cinco meses do ano. Para a Sesp, o Estado apresenta a menor taxa de homicídios dos últimos 7 anos, depois de 6 anos consecutivos de aumento.

Ainda conforme levantamento da secretaria, no interior, 80,6% dos municípios não tiveram registros deste tipo de crime, mantiveram ou reduziram seus índices. Para se ter uma ideia e ver esse número na prática, basta lembrar que, de acordo com um levantamento divulgado ainda nesse mês de junho de 2018 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), duas cidades mineiras figuram entre os 10 municípios com menor taxa de mortes violentas: Varginha e Lavras, ambas no Sul do Estado.

O planejamento e esforço da corporação também impactaram no número de ocorrências registradas. As operações de Policiamento Ostensivo Geral (POG), realizadas em Minas Gerais saltaram de 492.485, em 2017, para 613.065, em 2018, ou seja, um aumento 24,48%. Em Belo Horizonte, de Janeiro a Maio de 2018, o aumento ainda foi mais expressivo, atingindo 34.9%, passando de 67.657 operações, em 2017, para 91.273, em 2018.

Os registros de roubos também estão em queda em Minas. De acordo com a Sesp, nos primeiros cinco meses de 2018 foram registradas 35.253 ocorrências de roubo em Minas, 32,8% menos do que o mesmo período de 2017.  Na capital, a diminuição chega a 35%, com ocorrências passando de 18.033 para 11.725. Ainda segundo a Secretaria de Segurança, os dados são expressivos quando “comparados os cinco primeiros meses de 2017 também já haviam sido fechados com redução nessa modalidade de crime, pela primeira vez nos últimos seis anos”.

A redução expressiva dos homicídios e dos roubos consumados no Estado, além de outros sete crimes violentos monitorados pelo Observatório de Segurança Cidadã, da  Sesp, é resultado, entre outras ações, de investimentos, operações e trabalhos de inteligência feitos pela PMMG ao longo dos anos, além da entrega do Policial Militar que, diuturnamente, não tem medido esforços para garantir uma segurança de qualidade para a população mineira.

A título de exemplo, de janeiro a maio deste ano, a Polícia Militar de Minas Gerais realizou diversas operações voltadas à redução da criminalidade violenta no Estado, prendeu e apreendeu mais de 133 mil pessoas, registrou 50 mil ocorrências de apreensão de drogas e apreendeu mais de 10 mil armas. Isso significa dizer que quase 37 pessoas foram presas por hora, 2 mil armas foram retiradas de circulação por mês e 330 ocorrências de apreensão de drogas foram registradas por dia em todo o Estado nesses cinco meses, uma atuação baseada em estratégias focadas no policiamento ostensivo.

Operações como batida policial - com o desarmamento de infratores -, e presença dos militares nos principais pontos e corredores de trânsito onde há maior circulação de pessoas e incidência criminal, contribuíram para redução dos roubos segundo o levantamento.

Polícia de proximidade

De acordo com o Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Helbert Figueiró de Lourdes, a redução dos crimes violentos, entre eles o homicídio, é resultado também da manutenção de uma polícia de proximidade como um importante instrumento de mediação e resolução de conflitos, evitando assim que o crime aconteça e garantindo mais segurança para a população.

Para o Comandante-Geral, o aumento do número de apreensões de armas pela Polícia Militar também tem contribuído de forma expressiva para a redução dos homicídios, bem como dos crimes contra o patrimônio. O Comando ressalta o envolvimento e a dedicação por parte dos Policiais Militares, que nesses primeiros cinco meses enfrentaram momentos de sobrecarga de escalas e plantões para garantir segurança à sociedade mineira.

Vale enfatizar sempre, que a utilização de medidas preventivas, como a parceria entre a Polícia Militar e a comunidade por meio dos programas como as Redes de Vizinhos e Comerciantes Protegidos, e a utilização de software, como o aplicativo Celular Seguro, além de combate à receptação de celulares furtados/roubados – inclusive com várias apreensões - também foram fatores fundamentais para a redução das ocorrências de roubos em Minas. Com relação às ocorrências de roubo de celular no Estado, de janeiro a maio de 2018  houve, uma queda de 31,35%, passando de 39.024 registros no mesmo período de 2017, para 26.789 neste ano.



Polícia Militar de Minas Gerais, 243 anos cultivando valores para melhor proteger você.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários